sábado, agosto 22, 2009

Velho Saudoso


Saudoso do tempo da alegria. Aquele mesmo onde os sabados noturnos tinham vida. Aquele em que eu acreditava na euforia, no descompromisso e com o gol salvador nos acrescimos.
É ruim saber que o tempo passa. Passa a inocencia e a incoerencia. Eu nao uso um super-poder, nao tenho sete vidas... Este caixao gigantesco ensaia minha morte! Esse predio !
Estou enterrado por experiencia. Enterrado com oxigenio so pra ver como é. Tenho ate janelas e posso ouvir musicas .O meu caixao e imperceptivel para meus viziinhos chatos que escutam musicas bem alto e que soltam gargalhadas insanas .Eles ainda nao viram ( e acho que nunca vao ver) que o gran finale esta sendo encenado bem debaixo dos seus sentidos, das suas fantasias e dos seus fundos monetarios... Eu poderia causar um incendio. Poderia usar as antigas substancias...Podia ter meu balde de tinta e minha arma secreta..Nao...nao quero...nao vou mais andar tao perto..tao longe...
Mas ainda existe a cerveja !Caixas geladas e bombons de licor!!
Um brinde!!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...