terça-feira, março 30, 2010

Tudo que ela quer


Tudo que ela quer
É ser chamada de amor
Quando acorda descabelada
Madrugada, cobertor...

Tudo que ela quer
É uma taça e um luar
Pra poder se entregar
E se fundir em meus lábios

Tudo que ela quer
É o brilho no olhar
A certeza da casinha
Do colorido pomar

Tudo que ela quer
É morar dentro de mim
Com todas luzes, cores
E um pedaço do céu...

segunda-feira, março 29, 2010

Bianquinha


Eu entendo cada nhan, cada buuu, cada brrrrrrrr
Entendo cada sorrisinho
Cada gritinho
Todo ihhhhhhhhhh

Mergulho em cada bracinho
Que balança
De lá
Pra cá

Escuto o coraçãozinho
Tumtum -tumtum
Batendo vivo
No meu amor

Entendo vivo!
Felicidade!
Interno solto
A ser feliz!!!

quinta-feira, março 25, 2010

Os Informantes





Los Angeles, 1983. Graham é filho do produtor de filmes William, que está dividido entre os amigos e a namorada. Com a morte de um colega de Graham, o filme revela a frieza e o desapego de toda uma geração. Frieza que já faz parte da rotina do cantor ninfomaníaco Bryan Metro, do relacionamento do produtor com sua esposa Laura e a amante Cheryl e do ex-presidiário Peter.







http://www.megaupload.com/?d=G1D2MRX5

sexta-feira, março 19, 2010

Espaçonave



Espaçonave pra pousar devagarinho
Cheia de cores
Do infinito
Carregada de sonho bom!

Fotografia pra ficar marcado
Esse momento
Essa alegria
E tudo que esta por vim...

E depois a festa continua
Toca uma musica
Tem muita gente
E aumenta o calor

E na manhã seguinte
O ar é novo
Tudo de novo!
Interno feliz!

domingo, março 14, 2010

Ele Deve Ser Doido

Eu ouvi falar que ele era louco! Ah ! Ele é louco! Mas eu nao conseguia acreditar na loucura daquele rapaz de camisa para dentro das calças, oculos correto, e um cabelo milimetricamente desgrenhado. Eu vi a foto desse elemental estampada num site de novos literatos, onde esbanjava suas tristezas que rimavam amor com dor!
Se voce nao ficar, eu morrerei!
Mas sem voce, nao ficarei!
...e la vinha mais uma pérola desse que diziam ser louco, deixando seus versos apaixonados soando todo o amor que esta escondido com qualquer fundo musical...dançante!feliz!!
Eu comecei a achar que os doidos estavam todos misturados na arquibancada! Era uma epoca de festa grande, uma grande festa ao contrario!
Acho que nao havia nada de louco naqueele duende e que o horror do novo sempre causa alguns terremotos, mas naturais terremotos naturais.
Tratei logo de acender um cigarro disfarçado, escondido entre meus dois dedos viciados, abri uma cerveja gelada e esqueci da minha loucura.

Vocês

sábado, março 13, 2010

Doido Coração


É bem certo que sei que te amo. Certo quanto o cigarro que fatalmente fumarei novamente, certo como o próximo gol do Galo, enquanto durar a eternidade.
Poderia ser um poema de amor, resquícios de um punhal, poderia ser uma frase tola na areia ou ate mesmo um bilhete curto e pesado... Mas eu me rendo na luta contra as palavras e sei que é bem certo que te amo... Nas horas de solitude o céu cravado de brilhantes me lembra o sabor e do quanto eu preciso dessa droga, desse marasmo terremotico e dessa doce confusão...Não posso explicar sentimento. Não posso explicar saudade..Sentimentos... Abandonei a companhia etilica por mero descaso ...Estou enlouquecido, insandecido , voraz , reticente, efervescente e perturbadamente certo do meu amor!

quinta-feira, março 11, 2010

Posted by Picasa

Mesinha do Computador


Hoje me despedi da velha mesinha do meu computador. E eis que agora entao me bateu uma saudade antecipada, uma nostalgia...
Lembrei-me das diversas noites em que ela me acompanhou, das vezes que recebeu o meu copo com café quente, as migalhas do que eu comia, as sementes que caiam no teclado e todo pensamento, toda desilusão , toda saudade.
Quantas incontáveis vezes me prostei diante a tela do computador, sem notar que a velha mesa estava ali calada , me fitando de canto, sabendo de todos os segredos, de todos os textos que meu coração jorrava tendo apenas ela como testemunha...Ela ja se queimou com meu cigarro desatento que lhe deixara cair uma brasa. Ela ja se molhou com o calor que sai do fundo copo de cerveja. E , como era de se esperar, nunca soltou uma palavra, aguentou a tudo calada, nunca reclamou da minha desatençao.
Hoje ela esta indo embora. Não sei se suportara outro como eu, se vai virar entulho no quarto de despejo, ou se caira em algum lixo, alguma loja de usados..não sei....
Que voce leve então todo meu lado bom. As lembranças dos meus sorrisos vivos,dos meus segredos sagrados e de toda felicidade que dividiu comigo durante todo esse tao rapido passar do tempo !!

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...