sábado, agosto 01, 2009

Sobrinhos


É esse sentimento de amor que abre os olhos. É essa única verdade a que mora dentro do peito. O amor feliz que suspira de saudade. A pureza da criança que colore a vida por uns dias.

Racha então a amargura do duro mundo fazendo jorrar loucura sóbria ( incrivelmente sóbria } e feliz..

Eis que os dias ficam mais lentos , o sol parece importante pra um dia de praia feliz e o refrigerante toma o lugar da cerveja. O gol to time do coração nos olhos da menino moleque estampa o real sentido da vida! Quanta luminosidade! Quanto sol novamente! Eis que pulsa a vida energica diretamente do lugar desconhecido, de onde vem os homens e tudo o que esta inexplicado!

Fui feliz-diferente durante alguns dias! Fui feliz-novidade!

Essa alegria das férias foi embora com a ida do meu sobrinho moleque Heitor, mas deixou claro que será renovada no próximo verão!!!

Agora sim, vou beber uma cerveja! Um brinde!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...