segunda-feira, setembro 21, 2015

MUITO ALÉM DO PESO - OFICIAL

Hoje em dia, um terço das crianças brasileiras está acima do peso. Esta é a primeira geração a apresentar doenças antes restritas aos adultos, como depressão, diabetes e problemas cardiovasculares. Este documentário estuda o caso da obesidade infantil principalmente no território nacional, mas também nos outros países no mundo, entrevistando pais, representantes das escolas, membros do governo e responsáveis pela publicidade de alimentos.

Muito Além do Peso (Way Beyond Weight, 2012)
Obesidade, a maior epidemia infantil da história.
Ficha Técnica:
Direção: Estela Renner
Produção Executiva: Marcos Nisti
Direção de Produção: Juliana Borges
Fotografia: Renata Ursaia
Montagem: Jordana Berg
Trilha Sonora: Luiz Macedo
(Versão SD)

terça-feira, setembro 15, 2015

Calma Calmante

Calma ai calmante! Calma que eu vou com calma! Fique peixe! Relaxe doido! Se nao for cerveja toma uma coca e depois um um ar! É so olhar um pouco pra frente, de repente voce encontra o mar...No mais , é tudo sempre devagar e o resto tão depressa. Nao adianta. Melhor ver outro filme e ler o jornal. Amanhã tem futebol na praia. Amanha tem jogo do Galo. Amanha eu nem sei se vou lá. Acho que ainda tem 2 cervejas no congelador...Eu bem que avisei...Agora é so o sono só e alguma música.

sábado, agosto 29, 2015

OH ! Darling


quarta-feira, agosto 26, 2015

Arroz de Panela de Pressão

2 xícaras (chá) de arroz cru
1 cebola picada
2 dentes de alho picado
4 batatas cortadas em rodelas grossas
2 gomos de linguiça calabresa defumada, cortadas em rodelas
4 xícaras (chá) de água fria
2 cubos de caldo de galinha
1 tomate sem pele e sem semente picado
Sal a gosto (se for necessário)
2 colheres de sopa de óleo
Temperos (salsinha, cebolinha, e orégano) a gosto.
Queijo ralado a gosto



Modo de Preparo:

Coloque na panela de pressão o óleo, a cebola, e o alho, e refogue até que a cebola fique transparente. Retire do fogo e coloque por cima desse refogado os ingredientes na seguinte ordem, formando camadas:

Batata, linguiça, arroz, tomate, temperos, caldo de galinha esfarelado, sal, e por último a água fria.

Tampe a panela e leve ao fogo. Quando a panela começar a chiar, abaixe o fogo para médio, e conte 10 minutos. Apague o fogo e deixe a pressão sair sozinha. Não force a saída da pressão, pois, esse tempo com a pressão na panela desligada é necessário para o preparo da receita. Abra a panela e coloque o arroz em um refratário. Polvilhe com o queijo ralado e sirva à seguir, acompanhado de uma salada 

segunda-feira, agosto 24, 2015

quarta-feira, agosto 19, 2015

Lenine - SImples Assim

Do alto da arrogância qualquer homem
Se imagina muito mais do que consegue ser
É que vendo lá de cima, ilusão que lhe domina
Diz que pode muito antes de querer
Querer não é questão, não justifica o fim
Pra quê complicação, é simples assim

Focado no seu mundo qualquer homem
Imagina muito menos do que pode ver
No escuro do seu quarto ignoro o céu lá fora
E fica claro que ele não quer perceber
Viver é uma questão de inicio, meio e fim
Pra quê a solidão, é simples assim

É, eu ando em busca dessa tal simplicidade
É, não deve ser tão complicado assim
É, se eu acredito, é minha verdade
É simples assim
E a vida continua surpreendentemente bela
Mesmo quando nada nos sorri
E a gente ainda insiste em ter alguma confiança
Num futuro que ainda está por vir
Viver é uma paixão do inicio, meio ao fim

Pra quê complicação, é simples assim
É, eu ando em busca dessa tal simplicidade
É, não deve ser tão complicado assim
É, se eu acredito, é minha verdade
Eu vivo essa paixão do inicio, meio ao fim
Pra quê a solidão, é simples assim
Eu vivo essa paixão do inicio, meio ao fim
Pra quê complicação, é simples assim...

quinta-feira, julho 02, 2015

O SuperStars da Tv Globo

O Superstars da Globo bem que tenta cumprir seu papel e realizar o seu grande sonho que é revelar artistas de sucesso. As bandas são impecáveis, os figurinos  a qualidade dos musicos não deixa  nenhuma sombra de dúvida que o cenário é rico musicalmente, mas peca exatamente onde não lhe recai qualquer culpa: Sobram músicos e faltam artistas.
Falta aquela figura que surpreenda que saia do comportado convencional e chute o balde da mesmice. Falta por exemplo um espírito "cazuzesco e renatorussesco ", onde o talento e soma de cultura que ambos carregavam explodiam diante o publico e as câmeras, trazendo aquele brilho e aquele vulcão que muitos chamam de carisma , presença de palco e presença de espírito.
O que vemos hoje é uma gama de rostos parecidos, passos coreografados e uma linha tênue a qual nenhum ser mortal tem a ousadia de ultrapassar.
Quem sabe não estar por vir algo genuinamente artístico, que transcenda a barreira do bem tocar e executar as canções, como quem bate um cartão de ponto ou como quem segue o mesmo itinerário...sempre...

segunda-feira, maio 18, 2015

Perfumes


Deixe seu perfume e pode ir embora. Me alimentarei do seu cheiro, daquele fevereiro e do janeiro que ja não há mais. De um possivel desgosto em Agosto, do vento de Outubro, das aguas de Março , do meu descompasso , meu destempero e do meu despedaço...numa tarde febril...de Abril...
De tudo que era fantasma em Novembro, um nada que eu nem me lembro até Dezembro chegar... Das flores de Maio, do frio de Junho, das férias de Julho e da rosa que se foi em Setembro. Deixe seu perfume e vá !

Quase que totalmente brancos

Venho caindo abismo abaixo 
Ora pensando que pra cima
Num esculacho ao contario
Que se chama tempo
E me vejo em fotos...
Parece que foi ontem
Acho que descobri sem querer
Que o tempo sao rugas no rosto!
O vento esta no mesmo lugar
Embora em movimento
As ondas do mar
Repetidas eternas num vai e vem
A arvore imovel , despercebioda
A folha que seca e deixa a herança nos galhos
As estrelas no mesmo lugar
A lua como testemunha
O sol sempre a brilhar esperanças
E as rugas, a pele que se desfaz
E os meus cabelos brancos
Quase que totalmente brancos...
Eu acho que o tempo se disfarça em rugas
Em filmes coloridos
Em pensamentos distantes
E em todos esses meus cabelos brancos...
Quase que totalmente brancos...

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...