terça-feira, junho 19, 2012

A Má Educação


A Mesma Alegria de Sempre

Contudo preciso apenas da alegria. A alegria que me atropela mesmo quando nao estou olhando. A mesma alegria de sempre: Distraida e feliz...Não preciso do detestavel cigarro e sim de mais ar puro, poesia... Quero um leque gigante! Colorido! Com maos proprias, para  que abane meus movimentos garantindo assim uma rede defronte ao mar, um pedaço de sol só meu  pra que possa dividir com todo mundo! Mais espaço no céu!Retalhos retratos de amor! Folheio no cérebro o album da minha vida ate aqui, ate agora, até hoje e vejo todos os filmes que me remetem a esse estado necessário de alegria...Aquela mesma alegria distraida e feliz!

Eu sou um distúrbio a esquerda

Eu sou um distúrbio a esquerda
Parede parada de pendurado relógio
Não levo quase nada guardado
Apenas o descompasso...
Eu vejo uma arma letal
Cheia de luzes de neon
Dançando inexata e insistente
Pedindo para eu ficar...
Inconstante , imprevisto e indiferente
Ao meu lado corre alguma coisa
Disfarçada de corações
Esperando a outra noite
E a hora de não voltar...

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...