domingo, agosto 01, 2010

Amor

Eu te dei meu coraçao
Como quem mergulha dum penhasco
Sobrio de loucura
Louco de amor!
Te dei minha noite inteira
Madrugada derradeira
Poção magica em paixao
Antilucidez! Antirazao!
Mais que céu e mar
Totalidade correndo nas veias
Nã me queixo da falta de bar
E nem das noites que nao colori
Preciso apenas da relva suave
Do seu completo sabor
Das ondas curtas do seu cabelo
E desses beijos de ficticia paz!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...