quarta-feira, junho 30, 2010

Trombetas

É sim um tempo triste...caótico... faz frio...É sim um tempo de cegueira, de vaidade, de roupa nova , de moda de " In ". Um tempo de pessoas procurando restos no lixo, de carros importados e pura perversão.
Nesse tempo escuro existem olhos coloridos de luz, que assistem ao jogo atônitos e bolando um plano de petalas, contrário a megaexplosão... Pode - se contar nos dedos a lucidez. Pode se sentir de perto o desamor.
Fantasmas vagam de terno e walkman. Fantasmas vagam virtualmente nas redes sociais, multiplicaçao da televisão. Onde se acha ouro também se acha ouro falso, ilusão de ética ...ilusão de ótica.
E a praia anda calada como sempre e não responde a solução. A calmaria divina , esta sim, tem a certeza da vitória do amor, fim do sofrimento. Peço meu pedaço sagrado, viagem invisível. Creio num jardim florido, gramado, churrasco espiritual com vinho próprio mental, prazer reinventado!
É hora de amar, de salvar a pureza e pela pureza se deixar levar vivamente, transparente , lúcido, mesmo que mais de bilhões neguem a condição.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...