sexta-feira, fevereiro 06, 2009

Estalo


De repente a casa ficou vazia

Já não ecoa mais o sorriso

Nem o barulho do vento

Tudo esta no além

Além do que posso pensar

Além do que acreditei

Perto do fim do mundo

Distante demais de mim

Faz frio nesse quarto oco

Onde o fogo não entra mais

Já nem sei que horas são

Dentro do mundo moderno

O silencio me oferece um cigarro

Diz que a vida é assim

E vou morrendo pra cama

Pensando em não existir!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...