terça-feira, janeiro 13, 2009

Novidade


E agora estamos livres amigo!

Tiramos o sapato do tempo

O relógio mergulhou de férias

E já pode ser 4 da manhã!

 

Deixa aquele jato de lado

Deixe que leve toda a pressa

Que cegou a vontade do coração

E quis deixar num poço a esperança!

 

Avista feliz, amigo, a última onda do mar

Corre com sorriso de menino nos lábios

Faz de conta que é tudo mentira

E rodopie descalço no ar

 

Nessa fração inédita de segundo

Dita com tom de euforia

Levita do alto da escada

E começa seu novo luar!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...