segunda-feira, janeiro 19, 2009

90 dias


A saudade fatiou meu peito! Deixou aberto o coração e , assim, os sentimento saíram rapidamente, como quem busca algo em desespero. Eram 90 dias de sofrimento. O mundo parecia ser outro e a rua tão amiga parecia morta. 
Quis acreditar que o tempo devora a dor, as memórias torturantes e todo o resto...Mero engano...
A morbidez evidente do novo sorriso não engana mais ninguém. Os passos estão mais lentos, a verdade não tem mais forma... Nada traz o brilho perdido.
Esse dia se faz igual aos outros, com a única diferença de ser incolor.
Preciso de algo que está escondido. Preciso da praia antiga e da música de amor.
Revelo a dor em preto e branco... Corro pra disfarçar o que me detém.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...