domingo, março 09, 2014

Se eu pudesse

Se eu pudesse
Faria um rasgão no  tempo
E desesperado
Colheria tudo que perdi!
Desde brinquedos antigos
Poemas esquecidos
Até a promessa tenra de amor
Que eu não sabia faria tanta falta...
Se eu pudesse de novo
Colheria as flores invisíveis
De um vento vero  louco
E o perfume desapercebido
De outros carnavais...
E devolveria ao tempo ,rasgado
No diâmetro por mim causado
Toda lagrima desnecessária
Que roubei de quem bem sei
E de quem nem imaginei...

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...