domingo, janeiro 23, 2011

Coisas que as Crianças de Hoje Não Irão Ver




Olhando alguns tópicos no Orkut, e recebendo e-mails sobre velharias, posso dizer que bateu aquele momento nostalgia. Todo mundo tem algo que marcou a sua infância, e sempre fica aquele gostinho de que mesmo sendo “tecnologicamente ultrapassado” as coisas na “nossa época” eram bem melhores. Não digo que elas nunca vão ver as coisas da nossa época, mais com certeza, elas hoje irão parecer, digamos, bem desinteressantes… vamos logo as imagens:
1 – SUPER Nintendo (ou SNES, para os frescos)
SUPER NintendoO SUPER no nome já dá o prenúncio. Lembro que na época eu quase chorei quando ganhei o meu Super Nintendo. Cara, como alguém pode fazer algo tão perfeito? Você, criança mimadinha de hoje, pode até dizer que ele não tem aqueles gráficos em 3D ultra realistas, não tem sensor de movimento, entre outras coisas. Cara, te digo: NUNCA mais vai ser feito jogos tão fodas quanto os de Super Nintendo. Reunir a galera toda pra jogar Rrrrrrrrrrrronaldinho Soccer era algo que realmente marcou minha infância, com sua narração no mais autêntico portunhol paraguaio. Super Mario World, Donkey Kong Country, Super Mario Kart, entre outros mais, são jogos que alcançaram a perfeição. Você pode até baixar um emulador, e as roms de todos os jogos (assim como eu fiz), mais nunca mais vai sentir o prazer de xingar muito (em uma época que nem tinha twitter) porque a droga do cartucho não funcionava. Era um ritual: tira o cartucho, dá uma soprada, bota de novo. Não foi? Repita o procedimento incontáveis vezes, bota o cartucho (aqui na minha rua chamado de fita) com delicadeza, tenta de novo… Era um ritual que com certeza marcou a nossa infância. SNES: você sempre será o melhor! Seus games sempre serão os mais divertidos!
2 – Desenhos engraçados

pica pau
Nas raras oportunidades em que assisto tv, sempre dou aquela passada rápida em todos os canais pra ver se tem alguma coisa de bom passando. E depois daquele dia de trabalho, eu realmente quero assistir algo de engraçado. E vez ou outra, está passando um desenho. Cara, aqueles desenhos japoneses (aká anime, mais que não me anima nem um pouco) são chatos. Muito chatos. CHATÍSSIMOS. Como uma criança consegue gostar daquilo ? É só conversa, seres com poderes especiais, e porrada. TODO desenho japonês tem isso. A monotonia e absurdos apresentados nesses tais de anime me faz bocejar e trocar rapidamente de canal. Prefiro assistir ao Datena. Mais esses desenhos tem o poder de alienar fortemente a criança, por isso que elas assistem sempre, enxem o saco dos pais pra comprar tudo relacionado ao desenho, aprendem aqueles nomes estranhos e acompanham o desenrolar da trama. É como uma novela para crianças. Cara, eu sou fã assumido dos cartoons. Não existe desenho melhor. Lembro de: Pica-Pau, Tom & Jerry, Pernalonga… .O melhor é o Pica-Pau, sem dúvidas. Falas engraçadas, muito coisa acontecendo, e a trilha sonora do desenho é sensacional. Mesmo já assistindo cada episódio no mínimo 50 vezes, ainda dou risada. Infelizmente, os desenhos de hoje conseguiram perder o que tinha de melhor: o poder de nos fazer rir…
Aqui vale uma ressalva: Dragon Ball marcou a infância de muitos, assim como Cavaleiros do Zodíaco. Estes dois são infinitamente melhores do que os de hoje em dia.

3 – Brincar na rua

futebol na rua 
Olhando essa foto aí em cima, confesso que muitas lembranças passaram pela minha cabeça. Jogar aquele futebol na rua da minha casa (que na época nem asfaltada era ainda), sair todo ralado, com a canela cheia de hematomas, e só parar de jogar porque a mãe do dono da bola chamou ele pra casa. Fazer uma rampa bem no meio da rua pra saltar de bicicleta. Correr feito um louco o dia todo na rua. Ah, lembranças… Mais nos dias de hoje, com o trânsito infernal, a violência, e as crianças fazendo trezentos mil cursos diário (é escola de manhã, a tarde tem natação, inglês, javanês, piano, canto, dança, judô, informática, aplicações em bolsa de valores…), nunca sobra um tempinho pra bater uma bolinha na rua. Provavelmente as crianças dos grandes centros nunca terão esse prazer. E jogar futebol com o seu papai no parque, digamos que não irá lhe render grandes histórias para seu futuro. Brincar na rua com certeza é uma das melhores lembranças de sua infância. E os pais de hoje ignoram isso, acham que preparar uma criança de 7 anos para o futuro é muito melhor, ignorando a infância dela. Ora, parem de criar seus filhos a leite com pêra, e deixa o moleque ir se ralar todo caindo de bicicleta no asfalto quente em um dia de verão. No futuro ele vai te agradecer por isso. Pode ter certeza.

4 – Didi engraçado
didi
Se você teve uma infância como a minha, você se lembra dos trapalhões. Didi, Dedé, Mussun e Zacarias. Sensacional! Gênios do humor! Sim… mais JUNTOS. Depois do fim da trupe dos Trapalhões, Didi se perdeu bonito. O seu programa dominical na Globo, é mais chato que assistir partida de xadrez. Quem o assisti hoje e não o viu em sua época áurea, sempre vai achar que ele é um comediante fracassado. Não. Ele está sem graça. Mais JÁ FOI muito bom. Aliás, já foi mesmo. Globo, por favor, retire do ar a Turma do Didi para salvar o que ainda resta desse grande humorista de outros tempos.

5 – ICQ

ICQ
Mesmo que hoje você tenha o seu MSN integrado com Facebook, Twitter e o caralho a quatro, você que nunca usou o ICQ, perdeu um dos melhores tempos da internet. Somente a quantidade de desocupados pessoas que você conhecia pelo ICQ, era algo fantástico. Era só escolher um canal, se conectar, e falar com um mundaréu de gente com os mesmos interesses que os seus. Algo que o tal do MSN Groups tá fazendo agora, porém você precisa saber o endereço do grupo pra adicionar no seu MSN; no ICQ era apenas escolher o canal ,entrar, e pronto. Pra você que não conheceu o ICQ, era um misto de MSN com chat do UOL. Lembro-me que no canal da minha cidade, era frequente ter umas 300, 400 pessoas, em uma época que poucos tinha computador com internet. Ou seja: quem tinha internet, tava no ICQ. Infelizmente, parece que só no Brasil ele morreu. E de fato, morreu mesmo. Lembro até hoje do meu UIN, que era o número que você tinha no ICQ pra pessoas te adicionarem. O MSN copiou muitas coisas do ICQ, mais a parte mais legal, ele deixou de fora: a de você poder fazer buscas de usuários. Imagina que nos auge dos seus 14/15 anos você queria achar uma garota linda, loira, de olhos azuis, que gostava de Dragon Ball, seu jogo favorito era Mortal Kombat e que além de tudo morasse na mesma cidade, e mais perfeito ainda, no seu bairro!!! Pois é, não com tantos exageros assim, mas com o ICQ isso era possível. E a amada Microsoft definiou isso como “invasão de privacidade” e limou este recurso do MSN. Campanha VOLTA ICQ: o melhor mensageiro instantâneo.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...