sábado, outubro 24, 2009

Perdão Tristeza


Venho te pedir perdão , oh tristeza!
Por ter te enganado por tanto tempo
Fazer do seu manto meu lamento
E da sua paz a minha loucura!

Não era minha intenção, minha amada
Deixar-te agora sem horizonte
Sem onde ir
E sem ninguém pra dividir a dor!

Recolho agora o meu casaco
O meu velho chapéu
Pois apesar de tudo, invisivel
Sei que faz frio lá fora

Saio então de cena, imaculada tristeza
Deixo um aceno como lembrança
E te empresto um pouco do sorriso
Que agora me inunda a face!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...