segunda-feira, dezembro 15, 2014

Antes trancado num velório vivo

Antes trancado num velório vivo
Tudo bem
E nem tudo é tão normal assim
Mas nessa hora da vida
Não mereço entender de direito penal
Ambiental
Administrativo
Direito constitucional
O que eu quero mesmo
É o direito de colher um sorriso
Vivo, cativo, transloucado
Antes trancado
Num velório vivo
Que se inundou de cores
Se espantou com o sol
Se põs a voar...feliz...
Como se fora uma borboleta...

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...