quinta-feira, setembro 13, 2012

A Sombra do Jarro Enfraquecida em Vulto que Já Foi Clarão

Vai vida......Pegando carona no vento que dá a volta ao mundo e sempre volta trazendo esperança presente!! Vai nas nuvens lentas incansáveis que veem tudo la do alto...Pode ir !!
Siga  o passarinho sem destino , pra lá de pra onde eu nao vejo, esse que  some no horizonte e deixa um silencio, uma pintura real com movimentos , cores e aromas triturados numa tela gigantesca.
É a vida as vezes tão seca! Seca no varal do tempo de todas as coisas: O peso do mundo! As tristezas que dançam seguras a pregadores! Ate a saudade se faz indiferente nesse tempo que ficou seco... tão de repente. Alguns nao percebem a falta da luz, a sombra do jarro enfraquecida em vulto que ja foi clarão é o retrato fiel da vida que vai...
Existe o mato seco ! Glória a Deus ! Existe o mato onde se mata a certeza, a conformidade com as coisas tão previsiveis e tão logicas ! Existe abaixo do escudo do coração um matagal onde sempre sera encontrado um sono bom, otimas previsoes de sol impiedoso para iluminar essa estrada, essa vertigem e fazer tudo muito   menos cinza ,tudo menos cinza, tudo menos cinza !!!
Vai vida...Pode ir !

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...