terça-feira, novembro 02, 2010

Lados

Tenho o mundo avesso
Debaixo dos segredos
Dos sagrados segredos
Que vão se revelar...
Numa lua embriagada
Meio da madrugada
Ou sol de meio dia
Calor pra não matar
Tenho as horas tortas
Conrário do relógio
Aonde tudo posso
Perigo de inventar
Tenho o meu receio
Que não aceita medo
Que invade a vida inteira
E não pode parar!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...