quinta-feira, abril 08, 2010

Eu


Eu sou o contrário do palhaço
Minha alegria escoou ralo abaixo
Me resta na janela uma flor
E no coração uma pedra de gelo
O meu sorriso esta petrificado
Vejo o tom de cinza por todo lado
Meu céu é sempre de tempestade
E meu sono não ganha sonhos de brinde.
Ando agora vagarosamente
Não me brilha nenhuma esperança
A alegria mudou para longe
E a constatação do pavor se confirmou.
Me conforto com o silencio da noite
Com a companhia do velho sofá
Tenho meu coração somente a serviço
Da minha pequena estrelinha feliz...

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...