sexta-feira, junho 19, 2009

04:11


Essa tal saudade se esqueceu de me avisar que veio pra ficar. Chegou há tempos e ja se acomodou no quarto, na sala e em todo resto da casa. Onde eu chego ela esta a me olhar, calada, discreta e numa inconveniencia que não se entende nunca.

Mesmo em nossa telepatia ela insiste em nao responder. Sinto que vem um ar de sorriso quando subito me pego sorrindo á sua companhia , o que me faz achar até bom essa incolor presença.

Uma vez eu estampei de negra a fachada da saudade , mas diante meus olhos o ar foi sempre sua mais tenra forma.

Fico imaginando se ela nao estivesse aqui, do meu lado. Fico imaginando o dobro do vazio que ouviria músicas velhas e assistiria filmes tristes que trazem lagrimas felizes.

Não sei... Acho que é tudo culpa do tempo...do meu tempo.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...