domingo, maio 04, 2008

O Amor Agora é Um Quadro Distante




O amor agora virou um quadro distante


Onde contemplo tudo que é belo


A cachoeira calma que ca


iMe lembra o o sol que via em ti


As nuvens espassas são de uma leveza


Que faz existir o paraíso


O casebre silencioso e velho


Esconde mil casos de amor


A mansidão dos bichos no pasto


Juntamente com as árvores bailarinas


São a prova concreta absoluta


De que os Deuses vão sempre sorrir


A amor agora é um quadro distante


E me vejo nele enquadrado


Retratos de todos os fatos


Retratos do que eu senti...

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...