quinta-feira, abril 10, 2014

Sinto saudades do mesmo lugar

Sinto saudades do mesmo lugar
Esta sala já não é a mesma
E nela ecoam
Sorrisos do passado

Até a cortina que é a mesma

Balança diferente
Num estranhar perturbador
Na dança de um outro vento

Fotografias mentais assombram a sala

Embaralham o tempo
Quebram correntes da mente
E arrebentam o coração

Sinto saudades do mesmo lugar

E arrumo as malas vagarosamente
Sorrindo de canto de boca
Imaginando futuras saudades ..

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...