segunda-feira, março 12, 2012


Eu sou igual
Eu sou o mesmo
Que a mesma arvore
De sabedoria plantada e solitaria...
Eu sou a mesma coisa
Com frutos, espinhos, essencia
Com calor e com agua
Pra saciar a sede que a vida dá
Preso na raiz da imensidão divina
Presa nos ventos que lhe trazem ao mesmo lugar
Sou a casca do tempo da arvore
A pele encrespada pelo sol
Sou o suor interminavel e lento
As gotas de chuva que passeiam pelo tronco
A certeza do fim que me fixa onde não quero ir!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...