quinta-feira, agosto 18, 2011

Fim

Meu mundo se calou
Enterrou-se sem querer
Mas a culpa
Não foi do meu mundo
Foram muitos absurdos
Imundos
Foi um amor de um lado só...
Tudo bem que as vezes
Nada se pode fazer contra o mal
Contra o vicio
Que transforma amor
Em desespero
Em mentira
Em inconsequencia
Na verdade
Crua verdade
Sao dois mundos de dor
E o que fica
Sao fotografias
Que escondem
Todo sofrimento...

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito bom

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...