segunda-feira, março 21, 2011

Contemporâneo

Dois sóis na Russia
Naves espaciais
Assombros , terremotos
E um só coração..
Fé e desespero
Pagão , religião
A televisão condenada
E um só coração
Um só amor no peito
Nó no peito, solidão
Retratos silenciosos
Retrata aflição
O outro lado do mundo
Meu mundo , aversão
O raro de tudo
Real mutação!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...