sexta-feira, maio 06, 2016

Final

Inquestionável, ela chegou de repente...Sem barulho, sem holofotes realmente veio cumprir a função do tempo. E não ha recurso nem justiça, não existem aspas ou adiamento. O choro dos demais é em vão e a noite cai indiferente. Talvez tenha faltado alguma palavra, talvez ficou no vento algum carinho tardio ou aquele mesmo sorriso corriqueiro. Talvez uma última bebedeira pra, ironicamente, matar as mágoas afogadas.Porém chegou o dia do "tarde demais" e o cortejo acompanha mudo juntamente ao frescor de infinitas lágrimas a sua derradeira volta pelo quarteirão...Descanse em paz enquanto a guerra continua.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Filme na madrugada. Disco velho. Livro empoeirado. Caixa fechada. Coração trancado. Monossilabo. Plural. Só. Viajante . Caseiro.
Loading...